A importância da alimentação para uma vida saudável

O Dia da Saúde e da Nutrição, 31/03, faz parte do calendário oficial do Ministério da Saúde. O objetivo principal da data é conscientizar a população sobre a importância da alimentação para uma vida saudável. Veja neste post algumas dicas para você implementar uma alimentação saudável no seu dia a dia e melhorar a sua saúde!

A alimentação é o combustível do corpo humano. Ele precisa de diversos nutrientes para o seu pleno funcionamento. A boa nutrição vai muito além de manter um peso saudável. É importante manter o corpo bem hidratado e alimentado corretamente porque isso proporciona qualidade de vida, saúde e prevenção de doenças! Até mesmo o seu bem estar psicológico é revigorado ao levar uma vida saudável. Confira abaixo algumas dicas de alimentação saudável e tipos de alimentos:

10 passos para uma Alimentação Adequada e Saudável:

  1. Fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação
  2. Utilizar óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos e criar preparações culinárias
  3. Limitar o consumo de alimentos processados
  4. Evitar o consumo de alimentos ultraprocessados
  5. Comer com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, com companhia
  6. Fazer compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados
  7. Desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias
  8. Planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece
  9. Dar preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora
  10. Ser crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais

Tipos de alimentos

Alimentos in natura: essencialmente partes de plantas ou de animais. Ex: carnes, verduras, legumes e frutas.

Alimentos minimamente processados: quando submetidos a processos que não envolvam agregação de substâncias ao alimento original, como limpeza, moagem e pasteurização. Ex: arroz, feijão, lentilhas, cogumelos, frutas secas e sucos de frutas sem adição de açúcar ou outras substâncias; castanhas e nozes sem sal ou açúcar; farinhas de mandioca, de milho de tapioca ou de trigo e massas frescas.

Alimentos processados: são fabricados pela indústria com a adição de sal ou açúcar a alimentos para torná-los duráveis e mais palatáveis e atraentes. Ex: conservas em salmoura (cenoura, pepino, ervilhas, palmito); compotas de frutas; carnes salgadas e defumadas; sardinha e atum de latinha, queijos e pães.

Alimentos ultraprocessados: são formulações industriais, em geral, com pouco ou nenhum alimento inteiro. Contém aditivos. Ex: salsichas, biscoitos, geleias, sorvetes, chocolates, molhos, misturas para bolo, “barras energéticas”, sopas, macarrão e temperos “instantâneos”, “chips”, refrigerantes, produtos congelados e prontos para aquecimento como massas, pizzas, hambúrgueres e nuggets.

Essas e outras informações você pode encontrar no Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, disponível neste link. Lembre-se de que estas dicas servem para a população em geral e qualquer plano alimentar deve ser montado de maneira personalizada por um profissional da nutrição! Você tem uma dica de alimentação saudável? Conte para nós nos comentários! Até mais!

One Reply to “A importância da alimentação para uma vida saudável”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.